Alexi Lubomirski: O Fotógrafo do casamento do ano

Alexi Lubomirski: O Fotógrafo do casamento do ano

O britânico Alexi Lubomirski  foi o responsável pela cobertura do casamento do príncipe Harry (33) com a atriz norte-americana Meghan Markle (36), um dos casamentos mais aguardados do ano e ele aconteceu nesse último sábado (19) no Castelo de Windsor. Lubomirski até publicou uma foto do casal no Instagram.

Já imaginou a pressão? Mesmo se tratando de um experiente profissional, o desafio é considerável! O fotógrafo de moda está acostumado a clicar celebridades e personalidades. Os retratos oficiais de noivado do casal ocorreram na Frogmore House em Windsor e foram publicados em dezembro passado.

“Eu não poderia estar mais emocionado e honrado em fotografar essa ocasião histórica” disse Lubomirski. “Como fotografei o noivado do Príncipe Harry e da Sra. Markle, me dá muita alegria poder testemunhar novamente, o próximo capítulo desta maravilhosa história de amor” disse ele para a imprensa.

Ele completou dizendo que é fácil registrar nessas condições porque o casal está apaixonado. Além de prêmios, Lubomirski fotografa com frequência celebridades e personalidades em seu estúdio em Nova York. O profissional já publicou um livro.

Via: FHOX

Canon lança mini impressora fotográfica para celular

Canon lança mini impressora fotográfica para celular

A Canon acaba de lançar a sua menor e mais leve impressora fotográfica. a IVY Mini Photo Printer é uma impressora portátil alimentada por bateria recarregável  que utiliza tecnologia ZINK Zero-Ink para criar impressões 2×3 e adesivos das fotos do smartphone em qualquer lugar.

É a nossa menor e mais leve impressora até o momento, e a empresa está empolgada em oferecer aos clientes mais acesso para se conectarem de forma criativa e compartilharem instantaneamente suas lembranças mais do que nunca na palma da mão”, disse Kazuto Ogawa, presidente e diretor de operações da Canon USA.

Assim como todas as outras impressoras portáteis do mercado, a IVY é sincronizada com um smartphone através de um aplicativo. O Canon Mini Print App permite aplicar filtros, molduras, distorções de face AR e outras ferramentas de edição.

O aplicativo também permite a impressão em mosaico, usando quatro ou nove imagens para criar uma colagem maior. Como alternativa, há mais de dez modelos de colagem exclusivos que podem ser impressos em uma única folha de 2×3.

A IVY Mini Photo Printer está disponivel na loja online da Canon por US$130. A impressora vem com um pacote de papel ZINK para 10 fotos. As recargas custam US$25 para os pacotes de 20 e 50 folhas, respectivamente. O aplicativo está disponível gratuitamente para IOS e Android.

18835113_1549286281810808_1670634745_n

Você usa Canon? Sabe a utilidade dessa borrachinha?

Você usa Canon? Sabe a utilidade dessa borrachinha?

Muitos de vocês já devem ter se perguntado qual a utilidade daquela borrachinha que vem em todas as alças das câmeras Canon. Realmente, se você não ler o manual de instruções, dificilmente vai descobrir.

Trata-se de um acesso utilizado para fazer imagens em longa exposição, pois quando fotografamos dessa maneira devemos tapar o viewfinder das câmeras a fim de evitar que as luzes que vem da direção oposta à câmera entrem pelo ocular e prejudiquem nossas imagens. Contudo, para usarmos esse acessório precisamos retirar a proteção da ocular que vem de fábrica, para então encaixar a borrachinha que vem na alça. Veja como:

Screenshot_6

Screenshot_7

Screenshot_8

Para quem usa Nikon, esse mesmo acessório vem acompanhando, porém solto dentro da caixa e para ser usado também é preciso retirar a proteção que acompanha a ocular da câmera, assim como vimos na Canon.

Screenshot_10

Screenshot_11

                                         Via: IPhoto

18835113_1549286281810808_1670634745_n

 

As melhores poses para ensaios de casais em 2 minutos

As melhores poses para ensaios de casais em 2 minutos

A direção de “modelos” na fotografia é uma tarefa bem complicada, ainda mais quando os fotografados não são modelos, como no caso de ensaios de noivado e casamento. O posicionamento do corpo, bem como a composição fotográfica, são elementos importantíssimos na captura de uma boa foto. Algumas poses, no entanto, podem funcionar como um coringa na manga e os fotógrafos Phil Chester e Sara Byrne publicaram um vídeo de 2 minutos em seu canal do Youtube , onde mostram algumas das poses mais usadas atualmente. Tem pra todos os estilos, além de ser um vídeo muito divertido!

“Um guia rápido para todas as poses de casais mais quentes da temporada. Seja para casamentos, noivados ou o que for!”, escrevem a dupla de fotógrafos.

 

Via Iphoto

18835113_1549286281810808_1670634745_n

1º Prêmio TecMundo de Fotografia de Smartphone. INSCRIÇÕES ABERTAS!

1º Prêmio TecMundo de Fotografia de Smartphone. INSCRIÇÕES ABERTAS!

Estão abertas as inscrições para o 1º Prêmio TecMundo de Fotografia de Smartphone, concurso idealizado pelo editor-chefe do site TecMundo, Renan Hamann, para incentivar fotógrafos amadores e entusiastas a mostrarem seus trabalhos. A participação é aberta a qualquer pessoa que fotografe usando o telefone celular. O tema dessa primeira edição é “Cores da Cidade”.

“Um dos principais motivadores para a criação deste prêmio foi a oportunidade de dar espaço para os leitores mostrarem seus olhares e suas aspirações. Nós sabemos que há muitas pessoas que deixam de fotografar ou exibir seus materiais por acreditarem que seus equipamentos não são bons o suficiente, mas nós queremos permitir que elas também participem”, afirma Hamann.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 9 de abril de 2018. Todos os arquivos devem ser enviados através da plataforma de desafio. Uma comissão irá selecionar as finalistas e apresentar ao público até o dia 17 de abril. A avaliação final levará em conta a votação popular e a análise de fotógrafos profissionais convidados, considerando enquadramento, aproveitamento de luz, composição de cena, adequação ao tema proposto e originalidade. O resultado final será divulgado no dia 23 de abril. O prêmio para o vencedor será uma câmera DSLR Canon EOS Rebel T5. Saiba mais.

Via:

18835113_1549286281810808_1670634745_n

4 dicas para fazer fotografia macro da água

4 dicas para fazer fotografia macro da água

Em parceria com o fotógrafo Leo Rosas, o canal COOPH apresentou um vídeo tutorial com 4 dicas e truques sobre como fotografar água com uma lente macro. De gotas caindo a bolhas coloridas, o vídeo apresenta maneiras simples de conseguir efeitos interessantes. Assista abaixo:

  1. Gotas: Encha um tanque com água, coloque a câmera em um tripé e faça gotas usando um canudinho ou um esponja. Você pode usar papel colorido para fazer fundos mais interessantes ou usar plástico colorido para mudar a cor da luz;
  2. Distorções: Foque em uma gota usando uma velocidade maior de obturação para criar resultados mais dramáticos. Coloque uma superfície transparente entre a câmera e o seu assunto. Jogue algumas gotas e foque nelas ou jogue água sobre a superfície para criar diferentes tipos de efeitos;
  3. Bolhas: Sopre com um canudinho dentro do tanque de água e fotografe através do vidro;
  4. Mistura com óleo: Jogue óleo no tanque com água para conseguir diferentes padrões na superfície.

iphoto-channel-dicas-fotografia

 

Mulheres na Fotografia: inspiração e empoderamento

Mulheres na Fotografia: inspiração e empoderamento

O Dia Internacional da mulher é comemorado hoje e não podíamos deixar de homenageá-las. Listamos 6 fotógrafas contemporâneas e pioneiras da história da fotografia que são inspirações para o mundo da fotografia.

 

1) Dorothea Lange 1895 – 1965

Ficou muito conhecida por expor a crise econômica vivida pelos americanos em 1929 e refletiu no mundo inteiro, movimento conhecido como a Grande Depressão. Dorothea Lange nasceu em 1895 nos Estados Unidos, em uma família de imigrantes alemães. Aprendeu a fotografar na Columbia University de Nova Iorque, logo começou a trabalhar como aprendiz em diversos estúdios da cidade,  incluindo o do famoso Arnold Genthe. Em 1919, inaugurou o próprio estúdio de retratos na cidade de São Francisco, onde viveu o resto da vida.

A partir de 1929, com a crise econômica que abalou os Estados Unidos, Lange saiu com sua câmera para fotografar a situação das ruas, percorrendo inúmeros estados retratando a pobreza que assolava o interior naquela época. A partir dessa experiência, tornou-se uma influente fotógrafa documental e fotojornalista conhecida em todo o mundo por seus retratos da Grande Depressão, feitas para a Farm Security Administration. Sua fotografia “Mãe Migrante” se tornou um ícone da Grande Depressão e uma das fotos mais famosas dos mundo. A história dessa fotógrafa é tão incrível que daria para fazer um livro só falando sobre ela, se quiser conhecer mais sobre a sua história, acesse: espm.br

 

  

Fotografia feito por Dorothea Lange | Dorothea Lange

 

2) Gioconda Rizzo – 1897- 2004

Gioconda Rizzo, a primeira mulher se profissionalizar na fotografia no Brasil. Teve influência do seu pai, e aos 14 anos já tinha o seu próprio ateliê. Seu pai apenas permitia fotografar mulheres e crianças. Diferente dos fotógrafos da época, que fotografavam as pessoas de corpo inteiro e geralmente sentadas ou em pé, Gioconda inovou e fazia fotografia enquadrando os ombros e o rosto.  A sua atitude um tanto ousada, chamou a atenção das damas da alta sociedade paulistana. Em pouco tempo‚ ela ganhou fama e clientela própria. As mulheres disputavam horários em seu ateliê ‚ para serem fotografadas por Gioconda.

Em 1916, Gioconda foi obrigada a fechar o seu estúdio e voltou a trabalhar com o seu pai. Começou então a fazer retratos aplicados sobre porcelanas. que eram usadas em pratos, joias‚ enfeites de mesa‚ caixas e túmulos. Gioconda Rizzo viveu até os 107 anos, morreu em 2004, lúcida e com ótima memória, capaz de lembrar detalhes de como foram feitos seus retratos. Veja mais sobre Gioconda em: historiadolivro.com

mulheres na fotografia

Retrato feito por Gioconda | Gioconda e seu trabalho em porcelana

3) Margaret Bourke-White 1904-1971

Ficou conhecida como a primeira fotógrafa estrangeira autorizada a fotografar na União Soviética. Nascida em 1904, nos Estados unidos, Margaret também foi influenciada pelo seu pai e se apaixonou pela fotografia. Começou atuando no anuário da faculdade onde estudada e logo foi chamada para ser Diretora de fotografia. Dois anos depois abriu  o próprio estúdio em seu apartamento, e com o seu sucesso foi chamada para trabalhar na Revista Fortune. Através do seu portfólio, Margaret foi autorizada a Fotografar na União Soviética que se originou em um documentário.

Mas em 1941, em plena Segunda Guerra Mundial, Margaret se tornava a primeira mulher a trabalhar em áreas de conflito militar no maior conflito armado da história. Por ser a única correspondente estrangeira, ela foi responsável de transmitir o cenário de gerra e proporcionar um furo de reportagem para Revista Life. Depois da guerra, ela produziu um livro intitulado Dear Fatherland, Rest Quietly, um projeto que a ajudou a enfrentar a brutalidade que ela havia testemunhado durante e após a guerra. Margaret fotografou o líder indiano Mahatma Gandhi pouco antes do seu assassinato. Margaret Bourke-White morreu em 1971 aos 67 anos.

Margaret_Bourke-White_1955 south_africa_margaret_bourkewhite_1050x700

Foto de Margaret Bourke-White  | Margaret Bourke-White

 

4) Gerda Taro 1910-1937 

Engajada em questões política e sociais, Gerda Taro foi a fotojornalista que fotografou sobre a Guerra Civil Espanhola. Nasceu em 1910 na Alemanha e com a propagação do Nazismo saiu do seu país de origem e foi para França. Lá conheceu Andre Friedman, também fotógrafo, e juntos foram para Espanha cobrir a Guerra Civil, Eles utilizavam câmeras de 35mm que eram de fácil transporte.

Envolvidos com a guerra, Gerda começou a ter uma posição política como anarquista e Andre como marxista e com isso, foram se distanciando. Gerda então passou a ter uma trabalho mais solo. A reportagem mais importante da sua carreira, foi sobrea primeira fase da Batalha de Brunete. Gerda testemunhou o triunfo republicano na primeira fase da batalha. A reportagem  foi publicada na “Regards” em 22 de Julho de 1937, conquistando assim, notoriedade.
Sua morte foi trágica e acidental, mas Gerda deixou muito aprendizado e inspiração para nós fotógrafos.

Fotografia feita por Gerda Taro | Gerda Taro

 

5) Vivian Maier 1926 – 2009

Fotógrafa americana, Vivian se especializou em fotografia de rua e dedicava o seu tempo livre para fotografar a cidade de Nova Iorque, focando nas ruas, nas pessoas e nos edifícios, sempre em mãos a sua câmera Rolleiflex. Anos depois 1956, quando Maier mudou-se para Chicago, ela desfrutou do luxo de uma câmara escura, isso permitiu que ela processasse suas impressões e desenvolvesse seus próprios rolos de filme B & W. No início de 1970, com o fim do seu emprego, Vivian teve que abandonar o desenvolvimento de seu próprio filme.

Por toda a sua vida, guardou as fotografias, os negativos e fitas de áudio com pequenas entrevistas que fazia com as pessoas que fotografava. Este material só foi descoberto em 2007, por John Maloof, que reconheceu o valor artístico e histórico do material, mas foi somente após a sua morte que houve o reconhecimento do seu trabalho e o material começou a ser reproduzido na internet e em revistas especializadas, além da publicação de livros com o seu acervo e exposições.

fotógrafas

Fotografia feita por Vivian Maier | Vivian Maier

 

6) Cláudia Regina

Paranaense e carioca, Cláudia Regina é atualmente a fotógrafa brasileira mais influente e a mais inspiradora. Cláudia vem lutando contra os padrões sexistas e heterocapitalista, tudo isso ela concretizou em um ensaio, onde mostra a mulher da forma como ela é, e não com apenas o olhar sensual.

“Ao fotografar mulheres, eu não busco enquadrá-las em nenhum padrão de beleza, de sensualidade, de fotogenia. Nada é obrigatório, tudo é permitido. O ensaio mulher é fluido. Como somos todas nós”

Cláudia então fez o “ensaio mulher”, mostrando a mulher na sua forma natural, em preto em branco e sem artifícios para manipular a imagem. Claro que o ensaio foi um grande sucesso e trouxe à tona a reflexão sobre a forma que a mulher se enxerga e como quer ser vista. É um orgulho ter uma fotógrafa desse porte brasileira.

 “As mulheres que fotografo já são pessoas que, ao ver minha proposta, se identificam com o processo de crítica. Muitas vezes são mulheres que também são feministas e a reação, pelo menos a que espero e vejo como resultado, é de se reconhecer no retrato. Aliás, se não é pra se reconhecer no retrato, pra quê um retrato?”

Cláudia é também escritora do Blog “Dicas de fotografia“, onde é dá dicas e informações para quem quer começar a fotografar. Como ela mesma teve dificuldade para aprender sobre fotografia, ela resolveu contar tudo o que ia aprendendo para que outras pessoas também tivessem acesso a informações.
Toda mulher deveria ver um pouco do ensaio desse ensaio incrível, basta acessar: blog.claudiaregina.com

ensaio mulher

 Fotografia feita por Cláudia Regina | Cláudia Regina, feita por Carlos Alberto

Fotógrafo utiliza sua própria família para criar manipulações extraordinárias

Fotógrafo utiliza sua própria família para criar manipulações extraordinárias

Manipulação de imagens já é um campo dominado por muitos profissionais da área fotográfica, mas quando o assunto é esse… criatividade é tudo!

Conheça o  fotógrafo suíço John Wilhelm , ele é conhecido por suas montagens extraordinárias nas quais usa sua própria família para criar os ensaios. Suas filhas e a esposa são as inspirações para essas incríveis manipulações.

Confira o resultado incrível da nova série de imagens que John criou recentemente.

19

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

Via Publicitários Criativos

Uma emocionante galeria das melhores fotos de parto, amamentação e gestante do mundo!

Uma emocionante galeria das melhores fotos de parto, amamentação e gestante do mundo!

Os vencedores do concurso 2018 Birth Becomes His photograph (EUA) foram anunciados. A competição norte-americana recebeu 1000 fotos e a votação envolveu mais de 20 mil pessoas na escolha popular. A premiação contou com a participação de profissionais do mundo todo. São fotos do parto, da amamentação, do primeiro olhar entre mãe e filho. São imagens emocionantes e marcantes de um dos momentos mais importantes na vida de uma família. Entre as categorias participantes estão nascimento, trabalho de parto, maternidade, amamentação e outros. A grande foto vencedora desse ano foi de Marijke Thoen. Uma linda fotografia preto e branco (em destaque na abertura desse post). Saiba mais sobre a competição e aprecie a incrível galeria com as fotos dos 20 vencedores. https://www.birthbecomeshercontest.com/image-contest-2018/

1

A grande vencedora foi Marijke Thoen da Marijke Thoen Geboortefotografie – fotógrafa belga

2

Primeiro lugar na categoria parto. Foto da australiana Selena Rollason

3

Primeiro Lugar na categoria amamentação. Foto de Cory Janiak da Ebb and Flow Photography. Da Flórida, EUA

4

Primeiro lugar pós-parto. Veronika Richardson de Fox Valley Birth and Baby – do Estados Unidos

5

Parto. Rebecca Coursey Photography de Los Angeles, CA

6

Primeiro Lugar na categoria gestante. Foto de Jen Conway Photography – EUA

7

Nascimento. Neely Ker-Fox da Ker-Fox Photography – EUA

9

Categoria amamentação. Veronika Richardson da Fox Valley Birth and Baby – EUA

10

Terceiro lugar na categoria mamentação. Foto de Christina Benton – EUA

11

Lacey Barratt Photography – Austrália

12

Vencedora na categoria pós-parto, Kayla Gonzales dos Estados Unidos

13

Ashley Marston, da Ashley Marston Photography – Canadá

15

Foto de Melissa Benzel da Benzel Photography de Orlando, Flórida

16

Foto de Vanessa Mendez da Vanessa Mendez Photography – EUA

18

Escolha do público. Foto de Caroline Devulder da Bélgica

19

Escolha do público de Deborah Elenter da NEO Photography do Uruguai

Via FHOX

Rachel Morrison, primeira mulher a ser indicada ao Oscar de Melhor Fotografia!

Rachel Morrison, primeira mulher a ser indicada ao Oscar de Melhor Fotografia!

Na semana passada, a diretora de fotografia Rachel Morrison tornou-se a primeira mulher a ser indicada ao Oscar de Melhor Fotografia por seu trabalho em “Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi”, filme dirigido por Dee Rees e com roteiro de Rees e Virgil Williams, baseado no romance homônimo de Hillary Jordan.

_21A9699.CR2

_21A7426.CR2

MUDBOUND

Cenas do filme “Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi”

Morrison formou-se na Universidade de Nova York e vem trabalhando na indústria desde o inicio dos anos 2000. Em 16 anos de carreira, Rachel foi responsável por dar o visual de filmes como o elogiado “Fruitvale Station: A Última Parada” e o aguardado “Pantera Negra”, que estreia em 15 de fevereiro no Brasil. Antes de ser indicada ao Oscar, ela já havia sido indicada ao Emmy pelo documentário “What happened, Mis Simone”. No inicio deste, ela se tornou também a primeira mulher a ser indicada ao prêmio da American Society of Cinematographes, cuja cerimônia será realizada no dia 17 de fevereiro.

Morrison concorre ao Oscar com Bruno Delbonnel por “O destino de Uma Nação”, Hoyte van Hoytema por “Dunkirk”, Roger Deakins por “Blade Runner 2049” e Dan Laustsen por “A Forma da Água”. A cerimônia está marcada para o dia 4 de março e será comandada pelo comediante e apresentador Jommy Kimmel.

18835113_1549286281810808_1670634745_n